Ciência dá Samba!

Mangueira energiza a Avenida. Carnaval é pura energia e a energia é o nosso desafio

- G.R.E.S. Mangueira | 2004

Sinopse

O que é Energia?

O mundo, os planetas, as estrelas e todos os objetos que têm uma medida em comum, isto é, a quantidade de matéria que possuem e sua massa medida em quilograma. Energia é a maneira de exercer uma força... a História da Energia está associada à modernização das sociedades, à possibilidade de comunicação entre comunidades geograficamente separadas, à intensidade da circulação de pessoas e mercadorias, a novos modos de organizar o espaço privado e público, ao crescimento da tecnologia no quotidiano e ao despertar da consciência ecológica e social. O carvão, a eletricidade, o petróleo, as energias renováveis, a energia nuclear e outros recursos transformam os equilíbrios das nações, das empresas e das famílias. Isto é Energia!

Lá vem Mangueira, Estação Primeira colorindo de verde e rosa... Tu és pura energia, a magia de todo o universo que Deus criou... Quando olho pro céu e vejo a lua brilhar penso que ela roubou a luz do teu olhar. Quem sou eu, pobre mortal, pra entender o mistério e compor o meu verso... se Deus não me contou como criou o Universo? Tudo que havia era a imensidão. E o silêncio profundo da escuridão. Mas como Deus tudo pode, resolveu-se a questão: fez o Sol, fez a Terra, fez a noite e o dia, e na tela vazia pintou a Criação. O Sol e fogo, a água e o ar- o que mais quer o homem para vida criar ? A mulher, meu Senhor, e com ela o amor, que sem ele nem vale uma vida levar.

Num leve movimento Deus pôs o mundo a girar. E com tal encantamento que a dança do vento encheu de ondas o mar. E caprichou pra valer no quesito beleza. Da mulher fez a flor e o amor à natureza. Só não sei quem veio antes, quem aqui chegou primeiro: a beleza deste céu ou o Rio de Janeiro.

Com o toque de humor de quem sabe o que faz, preparou a surpresa do óleo e do gás. E guardou tão guardada a herança divina que o homem levou um tempão para achar. A riqueza escondida debaixo da terra e no fundo do mar. Ninguém sabe, ninguém viu quando tudo começou. Mas é certo que acabou só no sétimo dia - e com certeza Ele queimou uma baita energia!

A energia está no ar, em cada verso do meu cantar. O desafio é saber usar - para criar, para curar, para salvar. Se Deus, em sua onipotência, nos deu inteligência, não podemos desperdiçar. Mangueira, Estação Primeira, tua energia contagia a avenida inteira. Tudo na vida tem energia. Na luz que acende, no nascer do dia. No sopro do vento que leva a jangada para a pescaria. No gol da vitória, no abraço da glória de ver minha Escola esbanjar alegria. Na fé e na paixão que trago dentro de mim, no pulsar do coração e no som do tamborim, na alegria e na dor, no beijo louco de amor e no orgasmo sem fim. Eu sou do bem, você também, vamos cantar e sambar e com muito alegria a avenida energizar.

Carnavalesco: Max Lopes
Texto: Oswaldo Martins e Marcos Roza
Pesquisa: Marcos Roza

Samba Enredo

Autor(es): Lequinho, Júnior Fionda e Amendoim
Intérprete: Jamelão

Mangueira despontou no infinito
uma explosão de cor
em sua sutileza e dom divino
o Universo Deus criou

Fez a luz, separou da escuridão
coloriu de verde e rosa
toda a sua criação
o mundo gira, avança a tecnologia
a ciência faz o homem acreditar
que a vida é uma fonte de energia pra sonhar

O vento corta o mar
faz o moinho girar – vem sambar
com pensamento de amor, traz alegria no olhar
que a energia negativa não vai te pegar

O desafio é o ciclo da vida
a água banha e guarda o tesouro desse chão
da terra vi brotar tanta beleza
do ventre da mulher uma nação

Mangueira, tu és o ar que eu respiro
o fogo que aquece o meu coração
a esperança de um novo amanhecer
é reciclar, sobreviver

Se me desafiar, pode contar, não vou desistir
pois a energia é o nosso desafio
e o nosso desafio é aqui

A energia do samba
é combustível pro amor., sou Mangueira
nos braços do povo fazendo fluir
a verde e rosa na Sapucaí

Voltar

Fonte: Liesa