programa

Programa Educativo

Atividades especialmente planejadas para alunos e professores

Pensar cinema

Exibição de curta de animação e debate para alunos de ensino médio

25 de março / 15 de abril / 13 de maio - 10 às 18h

Após visita à exposição, é exibido o curta de animação alemão Das rad (2003), de Chris Stenner, Arvid Uibel e Heidi Wittlinger. O público é introduzido à forma pela qual o universo artístico da ficção dialoga com elementos da exposição, onde são destacadas as temporalidades distintas da pedra e do homem. Por meio deste contraste, o jovem é instigado a pensar sobre o tempo e a consciência da finitude no homem, enfatizando as implicações de suas ações para a vida no planeta.

Curta de animação alemão

Inscrições antecipadas pelos telefones: (21) 2542-7494 / 2598-3051

No meio do caminho tinha uma pedra... Roteiros geológicos

Curso para professores da Educação Básica

26 de março e 16 de abril - saída às 9h e retorno às 12h, na Casa da Ciência

Um passeio para observação de aspectos geológicos da região fluminense, com a coordenação do professor Ismar de Souza Carvalho, do Instituto de Geociências da UFRJ. A proposta é orientar os professores a realizar aulas-passeio com seus alunos.

Inscrições antecipadas pelos telefones: (21) 2542-7494 / 2598-3051

Fechar [X]
  • Carvalho, I. S. (ed.). Paleontologia (2 vol.). Rio de Janeiro: Interciência, 2004.
  • Cartelle, C. Tempo passado: mamíferos do Pleistoceno em Minas Gerais. Belo Horizonte: Palco, 1994.
  • Ernst, W. G. Minerais e rochas. São Paulo: Editora Blücher S.A., 1971.
  • Fernandes, A. C. S. et al. Guia dos icnofósseis de invertebrados do Brasil. Rio de Janeiro: Interciência, 2002.
  • Leinz, V.; Amaral, S. E. Geologia geral. São Paulo: Editora Nacional. 1978.
  • Leinz, V.; Campos, J. E. S. Guia para determinação de minerais. São Paulo: Editora Nacional, 1982.
  • Lima, M. R. Fósseis do Brasil. São Paulo: T.A. Queiroz: Editora da USP, 1989.
  • McAlester, A. L. História geológica da vida. São Paulo: Editora Blücher, 2002.
  • Popp, J. H. Geologia geral. Rio de Janeiro: LTC Editora, 1998.
  • Rocha, R. Meu amigo dinossauro. São Paulo: Melhoramentos, 2006.
  • Salgado-Laboriau, M. L. História ecológica da Terra. São Paulo: Editora Blücher,1997.
  • Schumann, W. Rochas e minerais. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico S/A, 1989.
  • Teixeira, W. et al. (org.). Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000.
  • Verne, J. Viagem ao centro da Terra. São Paulo: Melhoramentos, 2005.
Fechar [X]
  • Ciência Hoje na Escola. Céu e Terra (v. 1); Evolução (v. 9); Geologia (v. 10). Rio de Janeiro: Global: Instituto Ciência Hoje / SBPC, 2000/2001.
  • Geodiversidade do Brasil: sobre a construção das geociências. DNPM, 2005.
Fechar [X]
  • A era do gelo 1 e 2 (2002/2006)
  • Baby: o segredo da lenda perdida (1985)
  • Dinossauro (2000)
  • Em busca do vale encantado (1988)
  • O dia depois de amanhã (2004)
  • O mundo perdido (1925)
  • Parque dos dinossauros (1993)
  • Quando os dinossauros dominavam a Terra (1970)
Fechar [X]
  • A origem do homem (2001)
  • Por dentro das avalanches (2000)
  • Ernst, W. G. Minerais e rochas. São Paulo: Editora Blücher S.A., 1971.
  • Quando os dinossauros reinavam na Terra (2001)
  • Série Dino Planet – A jornada de Tip / As aventuras de Pod (2004)
  • Terra: um planeta fascinante (2002)
  • Terremotos e colisões cósmicas: o homem e a ciência contra o inevitável (2003)
  • Tsunami: os segredos das ondas gigantes (2005)
  • Tudo sobre vulcões (2005)
Fechar [X]
  • Retomada dos levantamentos geológicos básicos (CPRM, 2005)
Fechar [X]

A publicação Rochas? Fósseis? Minerais? foi elaborada pela Casa da Ciência,
Departamento de Geologia da UFRJ e Instituto Ciência Hoje. Esse material de apoio,
distribuído aos docentes visitantes, aponta possíveis caminhos para aplicar o
tema em sala de aula.

Caleidoscopio

Faça download da publicação:
(http://www.casadaciencia.ufrj.br/Exposicao/caminhos/files/manual.pdf)

Desafie seus alunos a experimentar, descobrir e compartilhar um pouco da grande aventura de viajar pelo “tempo da Terra”. As sugestões de atividades estão de acordo com o conteúdo científico abordado na exposição, de forma interdisciplinar e em sintonia com os PCNs. Os blocos de conteúdos propostos são: Português, Ciências, Geografia, História, Matemática, Educação Artística e Educação Física.

Fechar [X]
  • Trava-língua



    Animação da sugestão de atividades "Trava-língua"

    Objetivos:
    - Compreender a noção de tempo
    - Trabalhar linguagem significativa através de textos

    O que precisa?
    - Blocão com o texto escrito

    O tempo perguntou pro tempo
    quanto tempo o tempo tem.
    O tempo respondeu pro tempo
    que o tempo tem tanto tempo
    quanto tempo o tempo tem.


    Como fazer?
    - Roda de conversa, mostrando o texto em um blocão
    - Ler o texto com os alunos
    - Conhecem a palavra tempo? O que ela quer dizer?
    - Quantas vezes ela aparece no texto?
    - O que o texto quer dizer?
    - Quanto tempo você tem? (idade)
    - Quanto tempo tem o nosso planeta?
Fechar [X]
  • Linha do tempo



    Animação da sugestão de atividades "Linha do tempo"

    Objetivo:
    - Introduzir a noção de tempo geológico

    O que precisa?
    - Tabela com linha do tempo geológico da Terra
    Faça download

    Como fazer?
    - Passar um dos vídeos sugeridos*
    - Conversar sobre o vídeo
    - Colocar a tabela em lugar visível para os alunos
    - Conversar com a turma sobre cada era geológica
    - Pedir para que cada aluno escolha uma era e produza algo sobre ela (desenho, pintura, modelagem, texto, história,
    dramatização, música ou simplesmente falar sobre ela)

    * Sugestões de vídeos







Fechar [X]
  • Tempo genealógico



    Animação da sugestão de atividades "Tempo genealógico"

    Objetivo:
    - Fazer analogia do tempo cronológico da vida do homem com o tempo geológico do planeta, trabalhando o passado, o presente e o futuro

    O que precisa?
    - Cartela vazia com nomes

    Exemplo:

    avô avó pai mãe irmã

    - Uma cartela para cada aluno
    - Revistas e/ou fotos
    - Tesoura
    - Cola
    - Lápis de cor

    Como fazer?
    - Procurar em revistas, desenhar ou levar fotos de avô, avó, pai, mãe, irmãos e de pessoas que representem a família do aluno, seja ela tradicional ou organizada de outras formas. O que importa, nesse caso, é que as pessoas sejam colocadas em ordem genealógica
    - Recortar as fotos e colar na cartela
    - Comparar o tempo geológico do planeta com o tempo cronológico das pessoas que foram coladas
    - Pedir para que os alunos tragam fotos de como era o tempo de seus bisavós, avós e pais (podem ser paisagens, vestuário, meios de transportes etc)
Fechar [X]
  • Modelando os tempos da Terra

    Modelagem com massinha

    Animação da sugestão de atividades "Modelando o tempo da Terra"

    Objetivos:
    - Levar os alunos a passear pelas cores dos momentos geológicos da Terra, usando massinha para criar o cenário das diferentes eras
    - Compreender os vários momentos geológicos do planeta

    O que precisa?
    - Massinha de modelar nas cores vermelho, verde, azul , amarelo e branco
    - Brinquedos e/ou objetos que possam compor o cenário

    Como fazer?
    - Os alunos devem criar com a massa de modelar o cenário de uma ou de várias eras do passado geológico do nosso planeta, usando a cor mais representativa de cada período
Fechar [X]
  • O rei dos dinossauros

    Contação de história e/ou dramatização

    Animação da sugestão de atividades "O rei dos dinossauros"

    Objetivos:
    - Reconhecer a era dos dinossauros como um dos momentos geológicos do passado da Terra
    - Conhecer um pouco do Tyrannosaurus rex
    - Criar o hábito de escutar histórias
    - Favorecer momentos de prazer em grupo
    - Enriquecer o imaginário infantil
    - Valorizar a história como fonte de entretenimento e conhecimento

    O que precisa?
    - Texto com a história.
    - Fotos do Tyrannosaurus rex quando bebê e adulto

    História:
    Quem era o Tiranossauro rex?
    Era uma vez um Tiranossauro rex. Ele foi o maior dinossauro carnívoro da terra. Quando ele nasceu, sua cabeça já era bem grande e depois de adulto ela chegava a medir mais de um metro. Suas mandíbulas possantes ajudavam a quebrar a casca do seu ovo para poder nascer. Sua boca era tão grande que ele conseguia engolir dinossauros menores inteiros, e beber enormes quantidades de água de um gole só. As suas patas de trás eram muito fortes, e ele andava ou corria apoiado nelas. As patas da frente eram pequenas e fracas. Rex capturava seu alimento com as fortes garras das patas traseiras. Depois matava e comia a presa com seus dentes compridos. Quando ficou adulto, tinha cinco metros e meio de altura – mais ou menos a altura de uma casa de dois andares. Ele chegava a medir quinze metros do seu nariz até a ponta do rabo, e pesava pelo menos seis toneladas. O seu rabo era duro e comprido e o ajudava a equilibrar o peso do seu corpo. Os tiranossauros viveram há noventa milhões de anos e foram os mais ferozes caçadores que já existiram. Isso faz muito, muito, muito tempo. Por isso ele ficou conhecido como "O rei dos dinossauros".

    Como fazer?
    - Leia o texto para conhecer bem os detalhes da descrição da história
    - Prepare o espaço para que todos fiquem confortáveis. Eles podem deitar entre almofadas ou sentar em roda
    - Apresente a história
    - No fim, converse com as crianças sobre a história: pergunte se gostaram, volte às partes comentadas, mostre novamente as ilustrações
    - Converse sobre o tempo geológico em que o Tyrannosaurus rex existiu. Mostre suas características

Fechar [X]
  • Os tempos cronológicos do presente da Terra



    Animação da sugestão de atividades "Os tempos cronológicos do presente da Terra"

    Objetivos:
    - Compreender os movimentos do tempo presente da Terra
    - Identificar como acontecem e as implicações dos movimentos de rotação e translação do planeta
    - Entender o tempo passado e presente fazendo ligação com o cotidiano


    O que precisa?
    - Cartelas
    - Barbante

    Exemplos de cartelas:

    Movimento de rotação A Terra gira em torno do seu eixo ( 24 horas )
    Movimento de translação A Terra gira em torno do Sol ( 365 dias )
    Centenário 100 Anos

    Como fazer?
    - Confeccione as cartelas
    - Peça aos alunos que amarrem o barbante nas cartelas, para que possam ser colocadas no pescoço
    - Todos, com suas respectivas cartelas, fazem um grande círculo e começam a rodar de mãos dadas
    - Ao sinal, cada um procura sua dupla, verificando qual tabela complementa a sua
    - Depois, as duplas de mãos dadas se posicionam em frente à turma, e cada um fala sobre o que significa a sua cartela
    - Faça outra vez a roda; mas desta vez, trocando as cartelas com outros alunos

Fechar [X]
  • O buraco é mais embaixo

    Experiência de erupção das lavas de um vulcão

    Objetivos:
    - Conhecer as etapas do processo de erupção de um vulcão
    - Identificar o tempo da Terra em que eles ocorrem em grande proporção
    - Experimentar como parte desse processo acontece


    O que precisa?
    - Argila ou massa de modelar
    - Uma tábua para servir de base do vulcão
    - Fermento em pó
    - Vinagre
    - Anilina culinária vermelha

    Como fazer?
    - Na base (tabua), esculpir um vulcão em argila ou massa de modelar
    - No buraco, colocar um pouco de fermento em pó
    - Colocar algumas gotinhas de anilina vermelha
    - Jogar o vinagre

    Conclusão:

    Em uma reação química, substâncias misturadas reagem ou se combinam de alguma maneira, formando uma substância nova, diferente das usadas para produzi-la. Quando o vinagre entra em contato com o fermento (ou bicarbonato de sódio), provoca uma reação química que produz um gás. O gás liberado pela reação é o carbônico, que faz a lava do vulcão subir e espirrar.


    Videos:
Fechar [X]
  • O calor na terra

    Experiência mostrando como age o calor em contato com a terra e a água

    Animação da sugestão de atividades "O calor na Terra"

    Objetivos:
    - Mostrar a diferença da temperatura que se espalha na terra e na água

    O que precisa?

    Material Quantidade
    recipientes de plástico 2
    1\2 xícara água 1
    1\2 xícara areia 1
    termômetro 2

    Obs: Duas pessoas por recipiente, totalizando quatro pessoas

    Como fazer?
    - Coloque água em um recipiente e areia em outro
    - Deixe os dois recipientes na geladeira por cerca de 30 minutos, até esfriar
    - Depois, deixe na luz do sol por 15 minutos e meça a temperatura de cada um deles

    Conclusão:

    Podemos notar que a areia fica mais quente na superfície. Se você cavar, verá que ela estará mais fria embaixo. Com a água é diferente: o calor se espalha mais e "assim" esquenta menos e mais devagar.